maximsofgreeleygalleries.com

Vinicius de Moraes – Qual a sua história? O que ele fez?

Nov
08

 

Vinícius de Moraes foi um escritor, poeta, compositor, dramaturgo e diplomata brasileiro. Nasceu no dia 19 de outubro de 1913, no Rio de Janeiro. Era filho de um funcionário público/poeta e uma pianista.

Desde pequeno Vinícius já apresentava interesse pela poesia. Ingressou no coral da igreja, e a partir de 1928 começou a fazer as suas primeiras composições musicais.

Em 1933 ele se formou em Direito pela Faculdade Nacional do Rio de Janeiro, e neste mesmo ano publicou o seu primeiro livro de poesias. No ano de 1943 foi aprovado no concurso para Diplomata, onde atuou até 1964.

 

Produção artística e literária

 

Em 1956, Vinícius publicou a peça teatral “Orfeu da Conceição”, que mais tarde foi adaptada pelo cinema, o que fez ele  ganhar a Palma de Ouro, em Cannes, e em 1959, o Oscar de Melhor Filme estrangeiro.

Vinícius de Moraes foi também um grande poeta brasileiro, muito significativo na Segunda Fase do Modernismo, e em 1955 publicou sua Antologia Poética.

Já no âmbito musical se destaca por ser o um dos fundadores do movimento musical Bossa Nova, nos anos 50, além de compor diversas canções da música popular brasileira.

Ele fez ainda diversas parcerias como outras figuras importantes do cenário musical nacional, entre eles: Tom Jobim, Toquinho, João Gilberto, Chico Buarque, Edu Lobo, entre outros.

E em 1962 em parceria com Tom Jobim compôs ‘’Garota de Ipanema’’ umas das músicas brasileiras mais conhecidas em todo mundo, um hino da Bossa nova.

Vinícius de Moraes morreu aos 66 anos de idade, no dia 9 de julho de 1980.

 

Cinco frases mais conhecidas de Vinicius de Moraes

 

‘’É melhor ser alegre que ser triste. Alegria é a melhor coisa que existe.’’

‘’De tudo ao meu amor serei atento. Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto. Que mesmo em face do maior encanto. Dele se encante mais meu pensamento. ’’

‘’Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia. ’’

‘’Amai, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido. ’’

‘’Quem de dentro de si não sai, vai morrer sem amar ninguém. ’’

William Shakespeare – Qual a sua história? O que ele fez? 5 frases mais conhecidas

Nov
05

William Shakespeare foi um dramaturgo, poeta e ator, nascido em Stratford-upon-Avon, Inglaterra. É considerado um dos escritores mais importantes do mundo, suas peças e seus personagens constituem um dos maiores legados da literatura universal. Nasceu em 1564, foi o terceiro filho do casal John Shakespeare e Mary Arden.

Shakespeare se casou novo, por volta dos 20 anos, e em 1587 se mudou com sua família para Londres, onde passou a ter várias profissões. No ano de 1593 uma epidemia de ”a peste”, uma doença aterrorizante, assolou a cidade, matando milhares de pessoas, o que causou o fechamento dos teatros. Durante este período Shakespeare começou a escrever poemas.

Nesta mesma época publicou de forma anônima um de seus primeiros livros. Entretanto, só a partir de 1592 passou a ser conhecido na cena teatral de Londres. Já em 1599 com a inauguração de um teatro que ele ajudou a construir, finalmente se tornou rico e famoso.

William Shakespeare morreu em 23 de abril de 1616, aos 52 anos.

 

Obras mais populares

Entre as diversas obras escritas por Shakespeare algumas se tornaram muito populares, aparecendo entre as mais importantes da literatura mundial, sendo Romeu e Julieta, uma das mais conhecidas. Destacam-se também: Otelo, Sonho de uma noite de verão, A megera domada, Cleópatra e Júlio César e Antônio e Cleópatra.

 

5 frases mais conhecidas de Shakespeare

“Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar”.

“Só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama.”

“A desconfiança em nós mesmos é um inimigo traidor que nos priva de fazer coisas boas, que sem motivo impede que resolvamos tentá-las”.

“Duvides que as estrelas sejam fogo, duvides que o sol se mova, duvides que a verdade seja mentira, mas não duvides jamais de que te amo”.

“Se você ama alguma coisa ou alguém, deixe que parta. Se voltar é porque é seu, se não é porque jamais seria.”