Maxims of Greeley Galleries

Como se tornar um parceiro da Magazine Você para obter renda extra

Apr
02

A Magazine Luiza abriu a plataforma para usuários em 2011 criando um sistema de marketing de afiliados. A partir da plataforma você pode se inscrever e criar sua loja virtual. Assim, toda venda que fizer usando o seu link da vitrine virtual conquistará comissões que variam conforme a categoria do produto – de 1% a 12%.

Além disso, ao vender no Magazine Você o usuário também poderá usar o dinheiro recebido com as comissões para fazer dois saques no mês para sua conta-corrente. Assim, todas as vendas da semana serão depositadas. Mas vale dizer que o valor a ser recebido só é depositado depois que a loja acumular R$ 50 em comissão.

Outro ponto de destaque é que 11% do que é recebido será transferido para a sua conta digital do INSS (Instituto Nacional de Segrança Social). Afinal, como se trata de marketing de afiliados para o comissionamento de pessoas físicas (cadastramento com o CPF) torna-se obrigatório por lei a realização da contribuição.

Mas, antes de decidir por fazer o seu cadastro na plataforma entenda como funciona o Magazine Você. 

Vale a pena ser um parceiro Magalu?

A magazine Luiza é uma das maiores varejistas do Brasil, com cerca de mil lojas, 18 milhões de clientes ativos e um mercado digital próspero com mais de cinco milhões de produtos de fornecedores terceiros. Com a abertura para parceiros num modelo de marketing de afiliados ela não somente conquistou muito mais público como também deu uma chance de renda extra enquanto divulga a sua marca e produtos de forma orgânica – assim, o negócio é bom para ambos os lados.

A estratégia de marketing digital da Magazine Luiza

Aproveitar a tecnologia para transformar um negócio começa com desenvolvedores. Trajano – CEO da marca-  abordou esta necessidade através do estabelecimento de Luizalabs, uma equipe de inovação que começou em 2012 com um punhado de desenvolvedores em um escritório, mas desde então tem crescido para mais de 900 funcionários que ocupam quatro edifícios em dois estados.

Para permitir o desenvolvimento ágil e acelerar a entrega de novos produtos e experiências digitais, Magalu precisava da capacidade de misturar modularmente e combinar suas capacidades de Negócio. O problema era que os seus sistemas de TI eram definidos em grande parte por abordagens de desenvolvimento monolítico mais antigas e estreitamente ligadas. Isso tornou a funcionalidade difícil de atualizar ou reutilizar e muitas vezes impediu os desenvolvedores de trabalhar sem se meterem no caminho um do outro.

Magazine Luiza

Capaz de se mover mais rápido, a Magalu em 2016 lançou um mercado digital que permite a terceiros vender sob a sua bandeira. O mercado substituiu um legado sistema integrado de vendas e distribuição que suportava menos de 50.000 SKUs e expandiu drasticamente o inventário de comércio eletrônico da empresa. Eclipsou 1 milhão de SKUs no final de 2017 e agora inclui mais de 8.000 vendedores que oferecem 7,5 milhões de SKUs.

O sucesso da Magalu demonstra que a transformação digital não tem a ver com nenhuma única tecnologia, mas sim com o uso da tecnologia para acompanhar os clientes atuais. Quando as empresas se concentram na aprendizagem em nuvem ou em máquinas ou noutros conceitos tecnológicos finitos, os seus investimentos em TI correm o risco de ficar aquém da transformação real, o que equivale a ganhos de eficiência modestos, mas poucas evoluções na forma como o negócio interage com parceiros e clientes. A tecnologia é um meio para um fim, não um fim em si mesma—e se a distinção não está na raiz da visão de transformação digital de um negócio, histórias de sucesso como a de Magalu podem estar fora do alcance.

Caso queira saber mais sobre a estratégia de marketing digital da Magalue o Magazine Você recomendamos que confira nosso conteúdo sobre o que podemos aprender com o sucesso da Magazine Luiza. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *